Rodoviários suspendem paralização, após decisão judicial

Cidade Notícias

Compartilhe este post

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter

 Os rodoviários de Feira de Santana que chegaram paralisar o transporte municipal de passageiros nesta manhã de segunda-feira (23), suspenderam a paralisação do transporte, após determinação da 2ª Vara da Fazenda Pública de Feira de Santana. Caso o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Passageiros Urbanos Intermunicipal e Interestadual de Feira de Santana – Sintrafs mantivessem a paralisação, teriam que pagar uma multa diária de até R$ 100 mil, por descumprir uma ordem judicial.

A informação da suspensão da paralisação, foi confirmada pelo presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Passageiros Urbanos Intermunicipal e Interestadual de Feira de Santana – Sintrafs, Alberto Nery. “Eu fiquei muito surpreso com o posicionamento do poder público que de forma traiçoeira buscou o poder judiciário para interferir, em vez de procurar e chamar as partes envolvidas no caso. Já estamos há mais de cinco meses em discussão para que pudéssemos chegar ao entendimento. Desta forma, estamos suspendendo a greve, mesmo sem notificação, nós vamos determinar a suspensão, mas quero esclarecer à população de Feira de Santana que eles entraram na 2ª Vara da Fazenda Pública que não tem nenhuma relação com esta discussão. Greve é um direito sagrado na constituição de todos os trabalhadores, mas afirmo que já estamos com os nossos advogados com uma liminar para que derrubem esta decisão, porque essa justiça não tem a competência para julgar o feito que é a questão relacionada ao trabalho, portanto, iremos pedir a intermediação do Ministério Público, levando ao Tribunal Regional do Trabalho, para que possa ser apreciado e julgado”, afirmou.