Otto Alencar confirma aliança com o PT em 2022

Cidade Notícias

Compartilhe este post

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter

O senador Otto Alencar (PSD) sinalizou que seu “programa e projeto” não aponta para uma candidatura a vice-governador da Bahia em 2022. Apesar disso, Otto comentou que seu partido estará no arco de apoio do PT nas próximas eleições, juntamente com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O senador participou de evento na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) que contou com a presença de Lula, nesta quarta-feira (25). “O nosso entendimento é muito bom. Cada pessoa do grupo tem a liberdade de opinar. Não, vice já fui duas vezes, para quem é humilde como sou é um cargo muito grande. A mim não, já fui e posso ser, mas não é meu programa e projeto. Queremos ouvir em março, mas vamos caminhar na aliança. Não posso decidir sozinho”, disse ao Bahia Notícias.  Otto ressaltou que Lula é um “grande amigo” e sua relação com o petista é “ótima”.O PSD está na aliança com o PT e vai estar em 2022. É uma aliança sólida. Trabalhamos em cooperação com Rui Costa. Vamos permanecer. Como será a chapa majoritária, o PSD não será obstáculo. Temos compromissos que são superiores. Temos conversado muito com os políticos do partido, com o senador Coronel. O nosso entendimento é muito bom. Cada pessoa do grupo tem a liberdade de opinar. Não, vice já fui duas vezes, para quem é humilde como sou é um cargo muito grande. A mim não, já fui e posso ser, mas não é meu programa e projeto. Queremos ouvir em março, mas vamos caminhar na aliança. Não posso decidir sozinho”, comentou.  *Bahia Notícias 

O senador Otto Alencar (PSD) sinalizou que seu “programa e projeto” não aponta para uma candidatura a vice-governador da Bahia em 2022. Apesar disso, Otto comentou que seu partido estará no arco de apoio do PT nas próximas eleições, juntamente com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O senador participou de evento na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) que contou com a presença de Lula, nesta quarta-feira (25). “O nosso entendimento é muito bom. Cada pessoa do grupo tem a liberdade de opinar. Não, vice já fui duas vezes, para quem é humilde como sou é um cargo muito grande. A mim não, já fui e posso ser, mas não é meu programa e projeto. Queremos ouvir em março, mas vamos caminhar na aliança. Não posso decidir sozinho”, disse ao Bahia Notícias.  Otto ressaltou que Lula é um “grande amigo” e sua relação com o petista é “ótima”.O PSD está na aliança com o PT e vai estar em 2022. É uma aliança sólida. Trabalhamos em cooperação com Rui Costa. Vamos permanecer. Como será a chapa majoritária, o PSD não será obstáculo. Temos compromissos que são superiores. Temos conversado muito com os políticos do partido, com o senador Coronel. O nosso entendimento é muito bom. Cada pessoa do grupo tem a liberdade de opinar. Não, vice já fui duas vezes, para quem é humilde como sou é um cargo muito grande. A mim não, já fui e posso ser, mas não é meu programa e projeto. Queremos ouvir em março, mas vamos caminhar na aliança. Não posso decidir sozinho”, comentou.  

Com informações do site Bahia Notícias.